10 de Novembro de 2017
Associações e movimentos

Uma história que continua

Ação Católica comemora seu aniversário de 150 anos com um documentário para contar "os leigos que trazem a Igreja ao mundo"

Qual ação católica entrega a história de 150 anos que a Associação viveu desde o seu nascimento até hoje? Com o objetivo de fornecer uma resposta, Antonia Pillosio criou o documentário "The Catholic Action a Continuing Story", que será apresentado no dia 17 de novembro em Roma.

Ao longo destes anos, AC, explica o presidente nacional Matteo Truffelli, mudou para "permanecer fiel ao que era originalmente um grupo de leigos que queriam compartilhar a responsabilidade de levar a missão evangelizadora da Igreja ao mundo".

No comunicado emitido pela associação estão as palavras do Secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin: "O Papa reconhece que a Ação Católica tomou como um programa de sua vida e suas obras nas atividades direcionadas que ele indicou na Evangelii gaudium e eu acredito que essas indicações estão resumidas fundamentalmente no binômio discípulo e missionário".

A história - "acompanhada" pelos dois historiadores Giovanni Vian e Giorgio Vecchio - data dos primeiros passos da Associação que remonta a 1867, quando dois jovens fieis leigos, Mario Fani e Giovanni Acquaderni, sentem a responsabilidade de enfrentar o difícil contexto histórico que atravessava a Igreja naqueles anos e fundou a Sociedade da Juventude Católica, a primeira célula da AC de hoje.

Para enriquecer a narrativa, algumas ideias novas de Maria Dutto, presidente da Ação Católica de Milão entre 1976 e 1983, sobre a Juventude Feminina e a figura de Armida Barelli nos anos do pós-guerra.