23 de Janeiro de 2017

A RELAÇÃO ENTRE FÉ E MATRIMÔNIO

No forte discurso do Papa Francisco na abertura do Ano Judiciário do Tribunal da Rota Romana, são indicados os “remédios disponíveis” para lidar com uma situação preocupante que está aumentando gradualmente, ainda hoje, o número de casamentos inválidos.

A partir de um texto de S. João Paulo II (Fides et Ratio), que reitera a relação entre o conhecimento da fé e a da razão – que “quanto mais nos afastamos do ponto de vista da fé, mais o homem se expõe ao risco do fracasso”, o Papa Francisco, na abertura do ano judiciário da Rota romana, confirmado como o nosso" contexto, carente de valores religiosos e de fé, e não pode condicionar também o consentimento matrimonial". Se hoje em dia precisa muita coragem para se casar, também é verdade que sem uma preparação séria e adequada - “um verdadeiro catecumenato” - se multiplicam as celebrações matrimoniais anuladas. A partir daí os remédios sugeridos pelo Papa.

“Um primeiro remédio que eu indico na formação dos jovens, através de um processo adequado de preparação visando a redescobrir o casamento e a família segundo o plano de Deus… Hoje mais do que nunca, esta preparação é apresentada como uma real oportunidade da evangelização dos adultos e, muitas vezes, dos que se dizem afastados. Eles são, na verdade, muitos jovens para os quais a aproximação do casamento é uma ocasião para encontrar novamente com a fé há muito tempo relegada para as margens de suas vidas… É, portanto, necessário que os operadores e os organismos da pastoral familiar sejam animados por um forte desejo de tornar mais e mais eficaz os itinerários de preparação para o sacramento do matrimônio, para o crescimento não só humano, mas sobretudo da fé dos noivos”.

Depois de salientar a necessidade de um “novo catecumenato”, em preparação para o casamento, o Papa Francisco indica um segundo remédio “para ajudar os recém-casados para continuar o caminho na fé e na Igreja, mesmo após a celebração do matrimônio. É necessário identificar com coragem e criatividade, um projeto de formação para os jovens casais, com as iniciativas destinadas a aumentar a conscientização do sacramento recebido”. 

title

subtitle