27 de Novembro de 2021
Associações e Movimentos Eclesiais

Paixão e perseverança: As chaves da missão

Palestras do Card. Kevin Farrell e da Dra. Linda Ghisoni no 30º aniversário do Fórum Internacional da Ação Católica
notizia_fiac.jpg

 

O Prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, o Cardeal Kevin Farrell, e a subsecretária, Dra. Linda Ghisoni, foram convidados a falar aos participantes durante o encontro online que comemora os 30 anos do Fórum Internacional da Ação Católica (FIAC), que aconteceu nos dias 26 e 27 de novembro de 2021.

Com o tema “Ação católica - Paixão católica”, proposto pelo Papa Francisco por ocasião do II Congresso Internacional do Fòrum Internacional da Ação Católica, a 27 de abril de 2017, o evento contou com testemunhos que transmitiram um encorajamento a tantos leigos, homens e mulheres, jovens, adultos e famílias, para acolherem e viverem plenamente a sua própria vocação a serviço da Igreja local, com os sacerdotes assistentes, em comunhão com o Papa e com a Igreja universal.

Partilhando um pensamento sobre as palavras “paixão” e “católica”, o Prefeito explicou: “A paixão dá vida, energia, sentimento e ‘cor’ às coisas que fazemos, tornando-as mais fáceis de realizar, além de mais eficazes. [...] A paixão, entendida no sentido cristão, desperta precisamente quando ‘nos sentimos responsáveis por alguém’ (Papa Francisco, Discurso durante o encontro com as autoridades, a sociedade civil e o corpo diplomático, Bratislava, 13 de setembro de 2021), ou seja, quando nos tornamos conscientes de que nós próprios temos a tarefa de fazer feliz alguém que nos foi confiado.”

Quanto à palavra “católica”, o cardeal mencionou que “significa ‘de acordo com o todo’, ou ‘segundo a totalidade’. [...] A Igreja é verdadeiramente um lugar de salvação ‘segundo a totalidade’, ou seja, exatamente de modo católico, sem deixar de lado qualquer aspecto da verdade que Cristo revelou, e sem excluir quaisquer pessoas.”

No seguimento das atividades do fórum, foi a vez da Dra. Linda Ghisoni lembrar, com gratidão, a experiência significativa que viveu durante a sua adolescência na Azione Cattolica Ragazzi.

Refletindo sobre a dimensão do apelo a um engajamento universal enquanto cristãos, a Dra. Ghisone declarou: “Em todas as atividades, logo, em todas as faixas etárias em que se desdobra o engajamento da Ação Católica, somos hoje chamados a viver com renovada consciência a tensão da universalidade da Igreja dentro do particular, ou seja, exatamente naquela porção de Povo de Deus em que vivemos, cientes de que somos testemunhas do Evangelho, de que somos apóstolos e que, pelo nosso engajamento quotidiano, fiel, pontual e concreto, contribuímos a oxigenar, com um sopro de universalidade, a porção de Igreja e a sociedade em que nos encontramos.”

“Desejo a todos os movimentos de Ação Católica que prossigam com ‘paixão’ e perseverança no seu apostolado a serviço da Igreja e da sociedade humana”, concluiu o Prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida.