31 de Janeiro de 2017
Egito

Visita Ad limina da Igreja Patriarcal de Alexandria dos Coptas

645C4110.jpg

O Sínodo da Igreja Patriarcal de Alexandria dos Coptas representa uma comunidade pequena de cerca de 200.000 fiéis, que testemunha a fidelidade ao Evangelho entre os 90 e mais de milhões de egípcios. Se encontra enfrentando, como disse o Patriarca e os bispos, recebidos esta manhã em visita ad limina no Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, os desafios do mundo da globalização. Como se preparar para matrimônio quando os cônjuges são obrigados, por razões econômicas, para trabalhar em cidades diferentes? Como enfrentar os novos desafios antropológicos? “O mundo da família mudou. - Eles disseram – Não há mais a família dos séculos passados. A emigração misturou tudo. Somos uma igreja que encontra um novo mundo”.

No entanto, a Igreja está comprometida a testemunhar o Evangelho, especialmente através da educação (em todas as eparquias há muitas escolas católicas) e a caridade. Os bispos sublinharam que frequentemente os jovens, mesmo aqueles que não tenham recebido formação adequada, estão envolvidos na assistência aos mais pobres, especialmente os idosos e prisioneiros. É assim que surgem em suas questões religiosas e muitos se reaproximam da fé e começam a participar também na vida sacramental da comunidade.

Durante o diálogo com os bispos, o Cardeal Farrell, ressaltou a importância e a novidade da Amoris Laetitia e exortou a não procurar respostas fáceis, mas, assim como faz o Papa Francisco na Exortação Apostólica, a partir dos problemas da vida real.

 

Ad Limina Visit Coptic Catholic Church