16 de Outubro de 2018
Ajuda a Igreja que sofre

Um Rosário pela unidade e a paz

Em 18 de outubro, um milhão de crianças juntas em oração

Um milhão de crianças que rezam juntos o Rosário pela unidade e pela paz. Também em 18 de outubro, como de costume por 13 anos, a Ajuda à Igreja que Sofre convida crianças de todo o mundo para a oração.

“Participantes de cerca de 80 países e todos os continentes participaram – explica Pe. Martin Barta, assistente eclesiástico internacional da Acs -. No ano passado também da Argentina, Cuba, Camarões, Índia ou Filipinas. É verdadeiramente um evento da Igreja em todo o mundo!”

Por esta razão, o material disponibilizado pela Fundação – um guia para a recitação do Rosário, um cartaz e uma carta de convite para crianças e adultos – está disponível em 25 idiomas, também em árabe ou em hausa, um idioma falado na África Ocidental e acima de tudo na Nigéria perseguida. A iniciativa nasceu em 2005, em Caracas, Venezuela: enquanto um grupo de crianças rezava em frente a um santuário votivo, algumas mulheres sentiram a presença da Virgem. Um deles lembrou-se então da promessa do Padre Pio: “Se um milhão de crianças rezarem juntos o Rosário, o mundo mudará”. Padre Barta explica que é precisamente “a confiança no poder da oração das crianças”. O dia 18 de outubro foi escolhido porque estamos no mês mariano, e porque neste dia cai a memória litúrgica de Lucas Evangelista “que transmitiu a história da infância de Jesus” e “foi muito ligado a Maria”. Um vídeo também está disponível para aumentar a conscientização entre as crianças, livremente publicável em sites e perfis sociais.