05 de Dezembro de 2019
Leigos

Batizados e enviados

O secretário Pe. Awi falou na Urbaniana sobre "A vocação evangelizadora dos leigos e movimentos eclesiais"

O secretário do nosso Dicastério, Pe. Alexandre Awi Mello, participou recentemente da conferência internacional sobre o tema "Da Maximum Ilud a Evangelii Gaudium. Sobre a urgência da transformação missionária da Igreja". O evento, promovido na Pontifícia Universidade Urbana pela Congregação para a Evangelização dos Povos, teve como objetivo atualizar a celebração do centésimo ano da carta apostólica de Bento XV "Maximum illud", que representa uma demonstração formidável da consciência de toda a Igreja de ter que "requalificar evangelicamente" a sua missão no mundo.

O Padre Awi falou sobre o tema "Batizados e enviados. A vocação evangelizadora dos leigos e movimentos eclesiais": a partir da ação missionária como paradigma de toda obra da Igreja, Pe. Awi explicou que a conversão a essa dinâmica pode receber ímpeto e motivação "do alto", ou seja, do papa e da hierarquia, mas só será efetiva se atingir o coração e a vida de todos os fiéis, ou seja, só pode ser realizada 'de baixo', principalmente a partir da vida dos cristãos comuns, dos fiéis leigos, isto é, se tomarem consciência do seu espírito missionário”.

Nesse sentido, "um claro compromisso missionário" pertence à "grande maioria dos movimentos" que, "buscando sempre a necessária comunhão com os bispos e com o Papa, manifestam a universalidade de seu chamado missionário a serviço da Igreja Particular e Universal. A forte 'presença dos leigos nesses novos movimentos também lhes confere um tom laical especial, em relação às áreas da promoção humana e do anúncio da fé, partindo precisamente das experiências fundamentais da vida, como o matrimônio e a família, o nascimento, a morte, o trabalho e a busca pelo bem comum ou a luta pela justiça".

Finalmente, o secretário concentrou-se na figura de Maria, "leiga em movimento missionário": daí a exortação aos leigos e movimentos eclesiais "para manter o olhar fixo em Maria, para que, em sua escola, continuem aprendendo o verdadeiro significado de serem 'batizados e enviados' para cumprir sua missão evangelizadora no mundo”.