26 de Novembro de 2020
Movimentos e associações

Pe. Piergiorgio Perini e as células da evangelização

A grata memória de um pároco “inflamado” pelo Evangelho e que soube transmitir a muitos paroquianos e a outros a alegria de evangelizar
DonPiGiPeriniPapaFrancesco.jpeg

Uma semana depois de sua morte, ocorrida em 19 de novembro passado, o Dicastério para os Leigos, Família e Vida, quer dedicar uma memória ao P. Piergiorgio Perini, conhecido por todos como Pe. Pi.Gi., um crente convicto, um sacerdote apaixonado, homem de Igreja, iniciador do Sistema de Células Paroquiais de Evangelização, difundido em vários países.

Pe. Pi.Gi. soube adaptar e desenvolver de forma criativa e eficaz uma experiência pastoral, a das células de evangelização, que conheceu nos Estados Unidos, na qual reconheceu um verdadeiro apelo do Senhor para iniciar uma pastoral renovada na sua paróquia, com uma nova abertura missionária radical.

Pe. Pi.Gi. assim, fez com que muitas pessoas descobrissem a beleza e a alegria de evangelizar como parte integrante da fé. Ele também estava convencido de que para cada sacerdote era fundamental se dedicar com todas as suas energias à construção da comunidade.

A realidade eclesial criada pelo Pe. Pi.Gi., portanto, precisamente através do papel de mediador e guia do pároco, conseguiu conciliar bem a vertente do «movimento leigo», dirigido aos leigos e realizado principalmente por leigos, com a dimensão paroquial que ainda permanece, na maior parte do mundo, o rosto da Igreja mais próximo das pessoas comuns.

Confiamos ao Senhor, nas nossas orações, o Pe. Pi.Gi., que nos seus 90 anos de vida e nos seus 65 anos de sacerdócio foi uma testemunha apaixonada por Jesus e do Evangelho.