03 de Novembro de 2020
Esporte

Esporte e pandemia: quatro sessões para um só objetivo

No final do webinário sobre Esporte e a pandemia, reflexões e propostas para o futuro.
webinarSport_Conclusionixweb.jpeg

O primeiro webinar da era Covid organizado pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, em colaboração com a Fundação João Paulo II para o Esporte, foi concluído com sucesso. A série de quatro sessões sobre o tema “Esporte: Repensando o futuro” contou com a participação de mais de 80 especialistas de todo o mundo e cerca de 150 ouvintes na página Youtube do Dicastério que transmitiu as sessões em streaming ao vivo.

As sessões muito intensas, cheias de comentários e ideias, têm destacado como a longa inatividade devido à pandemia induz danos físicos e motores em crianças, adultos e idosos, e quanto os aspectos sociais e relacionais desta pandemia no esporte também são muito evidentes: o esporte implica o respeito às regras, às funções específicas, à integração da diversidade, e o aspecto educacional do esporte deve ser resguardado a todo custo.

No relatório final do dirigente Santiago Perez de camino, chefe da secretaria de esportes do Dicastério, foram identificados os valores necessários para um verdadeiro e efetivo relançamento do esporte a ser realizado: integração e inclusão; formação; sustentabilidade.

O Dicastério também se propôs a organizar uma conferência internacional prevista para o final do próximo ano sobre o tema "Esporte e fragilidade", para aprofundar o valor do esporte diante da deficiência e da marginalização, em prol da inclusão. Um segundo projeto para o futuro é criar uma mesa de trabalho ampliada com pessoas de todo o mundo, que trabalham na pastoral do esporte, mas também na promoção de valores através do esporte, para compartilhar boas práticas que podem ser reproduzidas em outras pessoas. lugares no mundo e aprofundar algumas questões sobre o futuro do esporte e de quem o pratica.

Tudo com um objetivo: colocar a pessoa no centro das prioridades da prática esportiva, salvaguardar sua dignidade e ser instrumento de evangelização para o mundo.