04 de Março de 2022
Associazioni e Movimenti

Apresentação do livro sobre o governo das associações de fieis

Participaram o prefeito do Dicastério, o Cardeal Farrel, a subsecretária Linda Ghisoni, e a Dra. Margareth Karram, do Movimento dos Focolares

 

Na tarde do dia 3 de março, foi apresentado, na Sala Marconi da Rádio Vaticana, o livro sobre o governo das associações, publicado pela Livraria Editora Vaticana. Além do Decreto geral sobre os mandatos de governo nas associações de fieis – promulgado dia 11 de junho de 2021 – e da Nota explicativa que o acompanha, o volume contém também as atas do Encontro com os moderadores das associações, ocorrido em 16 de setembro na Sala Nova do Sínodo, na qual se pronunciou o Papa Francisco.

A apresentação, moderada por Lorenzo Fazzini, responsável editorial da LEV, começou com as palavras do Prefeito, o qual ressaltou o interesse e a dedicação do Papa para com as associações e os movimentos. O Papa Francisco, um dia depois do seu regresso da sua viagem à Eslováquia, não quis faltar ao encontro de 16 de setembro na Sala do Sínodo para estar com os responsáveis e moderadores presentes tanto na sala quanto por videoconferência.

O Card. Farrel recordou algumas passagens da mensagem do Santo Padre, em particular no que diz respeito à “verdadeira missão eclesial” que desempenham as associações e movimentos, a saber, a de “viver e fazer frutificar aqueles carismas que o Espírito Santo, através dos fundadores, confiou a todos os membros”. Esta missão inclui também a “responsabilidade dos movimentos para construir o futuro do santo povo fiel de Deis, e para isto é necessário ter a ‘disponibilidade a um encontro constante com o Senhor, uma perene conversão pessoal’.”

Depois do Prefeito, a subsecretária para os fieis leigos, Linda Ghisoni, insistiu na importância do investimento na formação dos membros das associações, para que “possam revelar melhor as capacidades pessoais que os tornam aptos a assumir responsabilidades de diversos tipos, em especial as relativas à condução da própria associação a que pertencem”.

Por fim, a Dra. Margaret Karram, presidente do Movimento dos Focolares, explicou como foi recebido o Decreto Geral. “Fomos pegos de surpresa pelo Decreto – que suscitou inicialmente muitas perguntas e necessidades de esclarecimento. Depois, lendo-o, compreendemos o espírito que o anima”, porque “não é intenção da Igreja refrear o impulso carismático dos movimentos, a sua força inovadora e o seu impacto missionário. O que há, em vez disso, é o desejo de ajudá-los a realizar as suas próprias finalidades, que são sempre orientadas para o bem da pessoa, da Igreja e da sociedade”.

Aos discursos seguiu-se um interessante momento de perguntas dos jornalistas presentes na sala, bem como de partilha de experiências e testemunhos de alguns consultores do Dicastério e de moderadores e responsáveis de associações e movimentos internacionais.

Estavam presentes, entre outros, Paolo Maino, fundador da Associação Via Pacis; Marco Impagliazzo, presidente da Comunidade de Sant’Egidio; Davide Prosperi, presidente de Comunhão e Libertação; Pino Scafuro, moderador do CHARIS; Pe. Jesús Morán, copresidente do Movimento dos Focolares, e Maria Grazia Tibaldi, secretária do FIAC.

Presentation of the book "General Decree. The International Associations of the Faithful"