29 de Julho de 2021
Pessoas idosas

Sem diálogo entre jovens e avós, a história não avança

Alocução do Santo Padre depois do Angelus

Não tendo podido participar pessoalmente da liturgia em São Pedro, o Papa Francisco fez questão de cumprimentar pessoalmente os avós e os idosos que participaram da celebração da primeira Jornada dedicada a eles, e que ainda tinham nas mãos as flores e mensagens que lhes tinham entregado os jovens ao fim da celebração. Para eles, e para todos os avós do mundo, o Papa pediu uma salva de palmas.

Na sua alocução ao final do Angelus, o Papa exortou a continuar com as celebrações da Jornada em cada comunidade eclesial, visitando os idosos que estão mais sozinhos e entregando-lhes a mensagem “Eu estou contigo todos os dias”.

Depois de desejar que “esta festa possa ajudar-nos, a nós que somos mais velhos, a responder à sua chamada nesta estação da vida”, reiterou a importância — para o bem de toda a sociedade — de avós e jovens terem cada vez mais ocasiões de se encontrarem. Trata-se de um desafio central para a nossa cultura, a tal ponto que, afirma, “sem diálogo entre jovens e avós, a história não avança, a vida não avança!”