09 de Agosto de 2018
Sport

Dar “O melhor de si” sobre duas rodas

De Ronchi dos Legionários em Roma; 700 km em quatro dias. Um grupo de ciclistas apoiando o projeto “Uma porta para a vida”

No final de julho, Dom Giovanni Buontempo, representando o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, acolheu os ciclistas que participaram do projeto “Ride to Rome”, no final da viagem que os levou, em 4 dias, de Ronchi dos Legionários, na província de Gorizia, em Roma (cerca de 700 km). Esta é uma iniciativa para aumentar a conscientização e arrecadar fundos para apoiar o projeto “Uma porta para a vida” promovido pela associação de voluntariado Onlus GEOforCHILDREN, que seguiu as duas iniciativas anteriores “Ride to Moscow” e “Ride to Dolomiti”.

Desde a sua criação em 2014, a associação  GEOforCHILDREN realizou vários projetos para apoiar meninos e meninas de duas instituições órfãs em Moscou, a fim de acompanhá-los e apoiá-los em seu caminho de crescimento e estudos. O projeto “Uma porta para a vida”, em particular, organiza cursos em diferentes disciplinas, de acordo com o nível de preparação das crianças e suas inclinações, encorajando-as a cultivar seus talentos e dando-lhes a possibilidade de um futuro melhor. Um projeto semelhante foi iniciado recentemente na Tailândia para ajudar crianças de situações de graves dificuldades sociais.

Em seu discurso de apresentação, o presidente da  GEOforCHILDREN, Paolo Ferraris, explicou: «De bicicleta, como na vida, é importante seguir em frente, não desistir e ter confiança em si mesmo e nos outros. A confiança em si mesmo e nas próprias habilidades é fundamental, mas se alguém confia nos outros também e se um viaja em companhia um com o outro, até o caminho mais difícil será um pouco mais simples e leve. Esta é a mensagem que com RIDE TO ROME queremos enviar a todos os jovens que se sentem sozinhos, abandonados, não compreendidos. Por mais difícil que possa parecer o futuro, com força e determinação, confiando em si mesmos, mas confiando nos outros, é possível superar limites que pareciam intransponíveis e alcançar objetivos que pareciam inatingíveis».

No final do encontro, todos os ciclistas receberam uma cópia do documento "Dar o melhor de si" sobre o significado cristão do esporte, recentemente publicado pelo Dicastério.