13 de Agosto de 2018
WMOF

Famílias em Dublin: do encontro ao acompanhamento

Entrevista do Prefeito Farrell à agência de notícias dos bispos italianos

"Esperamos que, graças ao Encontro, as famílias consigam adquirir uma consciência mais intensa da sua própria vocação, ou seja, testemunhar a alegria para o mundo, apesar de todas as dificuldades que inevitavelmente são pontuadas pela jornada". Estas são as palavras pronunciadas pelo prefeito Kevin Farrell durante uma entrevista com Sir, a agência de notícias da Conferência Episcopal Italiana, às vésperas do iminente Encontro Mundial das famílias de Dublin.

As expectativas para o evento, explica o cardeal, "são muitas, mas o objetivo básico é principalmente o desenvolvimento da pastoral familiar, amplamente desenhada pela exortação apostólica Amoris Laetitia. Vivemos em um contexto de individualismo exasperado, que arrisca obscurecer a beleza do matrimônio e da família; os padrões e os métodos pastorais do passado parecem não mais funcionar diante de profundas mudanças sociais; nesta situação radicalmente nova e muitas vezes desestabilizadora, porém, sentimos o dever de preparar e acompanhar os casais ao matrimônio de maneira mais exigente e constante, como um verdadeiro "catecumenato", segundo a feliz expressão do Papa Francisco".

Não se trata "simplesmente organizar cursos pré-matrimoniais: a questão - ele conclui - é muito mais profunda e diz respeito ao acompanhamento, mesmo durante os primeiros anos do matrimônio, de homens e mulheres que decidem fazer parte do projeto de Deus".