10 de Setembro de 2020
Testemunhos

25° aniversário do encontro europeu de jovens EurHope95

A recordação de Carmen Aparicio, Presidente da Fundação João Paulo II para a Juventude.

Vinte e cinco anos atrás, o Encontro Europeu de Jovens foi realizado em Loreto, EurHope 95. A motivação que inspirou este encontro foi um apelo à paz nos Balcãs. Na época, eu trabalhava na Seção Juvenil do Pontifício Conselho para os Leigos, que se encarregava de organizar o evento e, portanto, estava muito envolvida nele. Lembro-me de muitas coisas daquela reunião, mas destacarei três que me impressionaram particularmente.

Em primeiro lugar, as palavras do Cardeal Eduardo Pironio que, saudando o Papa no final da Missa, disse: “Santo Padre, estes jovens não têm medo da santidade, têm medo da mediocridade e do pecado”. Se tratava de um verdadeiro e real programa de vida que expressou a força do que foi vivido.

Durante a vigília de sábado à noite, em conexão com Sarajevo foi o acontecimento mais esperado. A segunda recordação está conectada a este link: a imagem da jovem de Sarajevo chorando e rindo ao mesmo tempo. A dor e a esperança que vêm de Deus caminham juntas.

A última memória é um gesto de grande humanidade de João Paulo II.Embora já caminhasse com dificuldade, não hesitou em abordar um grupo de jovens polacos que se acidentaram durante a viagem a Loreto.

A memória mais forte: os jovens das diferentes zonas dos Balcãs puderam sentar-se juntos, rezar juntos pela paz, puderam trocar gestos de paz e comprometeram-se a fazer todo o possível para realizá-la.

 

Carmen Aparicio, Presidente da Fundação João Paulo II para a Juventude

 

 

EurHope95, Loreto 9-10 de setembro de 1995