Charis

“Um trabalho sinodal, guiado pelo Espírito Santo, a serviço da Igreja e da sociedade”

O secretário P. Awi Mello encontra os coordenadores dos Serviços Nacionais de Comunhão
Group 1.JPG

 

“Promover, favorecer e reforçar a comunhão e a unidade entre todas as realidades da Renovação Carismática Católica em cada país”. Com estas palavras de incentivo, o Pe. Alexandre Awi Mello, secretário do nosso Dicastério, dirigiu-se aos coordenadores dos vários Serviços Nacionais de Comunhão do CHARIS num recente encontro promovido para o Serviço Continental de Comunhão Europeia, o primeiro a ser constituído após a criação do CHARIS.

O Pe. Awi Mello recordou, em primeiro lugar, o triplo mandato que o CHARIS recebeu do Papa: “partilhar o Batismo do Espírito Santo com todos os membros da Igreja”, “trabalhar pela unidade dos cristãos” e “promover a promoção humana no serviço aos mais necessitados”, desejoso de que, após esta primeira nomeação centrada na primeira missão, as próximas reuniões entre os coordenadores abordem os desafios do segundo e do terceiro mandato, “por vezes menos presentes em diferentes realidades carismáticas em todo o mundo”.

Para que o CHARIS possa cumprir as suas três missões, continuou, “deve ser capaz de gerar comunhão entre todas as realidades da ‘corrente de graça’ da Renovação Carismática Católica. Para tanto, constituiu-se em cada país um Serviço Nacional de Comunhão do CHARIS (SNCC), no qual estão representadas todas as realidades da Renovação Carismática Católica do país, segundo uma dinâmica de inclusão”.

Caminhando juntos, ouvindo, dialogando, discernindo juntos

Se, pois, “promover a comunhão é precisamente o que o CHARIS e os SNCs querem alcançar, ‘como’ se pode fazê-lo? Caminhando juntos, ouvindo, dialogando, discernindo juntos”, “à luz do Espírito Santo”, que é “o verdadeiro agente da sinodalidade”.

O método do CHARIS (e dos SNCs), esclareceu o secretário, “só pode ser sinodal”, segundo “um método de escuta e de discernimento eclesial que o Sínodo deseja propor à Igreja”. Nesse sentido, declarou, “o Papa Francisco espera que a Renovação Carismática Católica promova uma renovação na Igreja e na sociedade, além de estar sempre na primeira linha da evangelização, em especial dos jovens”.

“Uma meta contínua para as realidades desta ‘corrente de graça’ – acrescentou  o Pe. Awi Mello – é um crescimento cada vez maior em maturidade eclesial, conscientes da sua própria dignidade, identidade e missão. É inerente a esta maturidade uma ‘sinodalidade vivida’, uma espiritualidade sinodal, um estilo de trabalho sinodal que deveria ser a ‘marca registrada’ do SNCC e do CHARIS Internacional. É isto que – concluiu dirigindo-se aos presentes – desejo a vocês neste encontro: um verdadeiro trabalho sinodal, guiado pelo Espírito Santo, a serviço da Igreja e da sociedade”.

30 de Setembro de 2022
Ler mais...
Prefetto Fortaleza.JPG

Ter sempre no coração a alegria de conhecer Jesus

“Cada um de vocês deve aprender, antes de tudo, a ...

 Ler tudo >
fotoLibroSantitaeFamiglia.jpg

Um congresso de estudos sobre a santidade

De 9 a 11 de novembro de 2022, na Pontifícia ...

 Ler tudo >
PreparatoryMeeting_Fatima2022.jpeg

Rumo à Lisboa 2023: "Construindo pontes entre nós"

  Cerca de 300 delegados, provenientes de ...

 Ler tudo >